terça-feira, 13 de julho de 2010

das horas...


Lá pelas sete ela acordou com a sensação
de que havia se esquecido de alguma coisa...
Só se deu conta depois das oito que á tempos
vinha se esquecendo aos poucos de tudo que
a desagrada ou a decepciona...
Mas lá foi ela... e se esqueceu novamente
de apagar o caminho que a levava de volta ás 6:00
Meu Deus:
Que horas são?
Hora de esquecer outra vez......

Dona bunitinha...adoro esse poema ;)

Um comentário:

  1. Adorei, as 6 hora de esquecer. hehehe

    beijão, antes que bata as 6

    ResponderExcluir